sábado, 18 de junho de 2011

Ciclo do fogo



Ao longe
onde o azul se funde
com o verde ondulante
das marés
desenhando a linha ténue
do horizonte
o sol sepulta
sua arrefecida sombra
na febre lenta
do poente

para renascer iluminado
do outro lado
do mundo
sobre a montanha que guarda
os insondáveis mistérios
do fogo


__________________________________________________
Post views: counter

18 comentários:

* Verinha * disse...

Que poema lindo Runa!.. E a imagem é mesmo encantadora!..

Beijocas super em seu coração e um fantástico fim de semana para você!

Verinha

♥♥♥Ani♥♥♥ - Cristal disse...

Olá querido Runa,


Lindo poema.

"para renascer iluminado"

Você faz isso toda vez que deixa suas poesias para nossa apreciação....

Beijos
Ani

нєllєи Cαяoliиє disse...

e a cada dia,sempre renasce mais iluminado...coisa magnífica!
Belíssimo teu texto,Querido Runa!
Um beijo enorme.

Vera Lúcia Duarte disse...

Maravilhoso, Runa. A imagem também é linda e inspiradora.
A propósito, estou sentindo sua falta lá no meu recanto.
Tenha um lindo fim de semana.
Abração.

Sandra disse...

Assim é o ciclo da vida, não é?
beijinho

flor de jasmim disse...

Runa
Uma ternura este poema!!! Em cada frase uma sensibilidade incrivel.
Beijo

CF disse...

Olá Runa

Um renascer sob a vigília de um sol poente...mais luz vinda daqui!
Ontem li este poema no "livro do desassossego" de FP com a mensagem de que, uma alma em contínuo desassossego deixa-se retocar por clareiras a transbordar de cor...

"Na grande claridade do dia o sossego dos sons é de ouro também. Há suavidade no que acontece. Se me dissessem que havia guerra, eu diria que não havia guerra. Num dia assim nada pode haver que pese sobre não haver senão suavidade." (p: 476)
Abraço
CF

M. disse...

O fogo é algo que nos continua a fascinar. É algo que está cá dentro e que nos lembro que nem sempre fomos o que somos.


E tu, na evolução, estás umas letras à frente:)

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Creio que o pôr do Sol é um dos momentos mais lindos e mágicos que existe. É um momento melancólico sem ser triste. É partida do dia dourado, pra chegada da noite com sua luz prateada.
Tanto a ilustração fotográfica, quanto sua poesia estão maravilhosas.
Beijos

Rô... disse...

oi Runa,
meu querido,
saudades,


vir aqui nesses quatro meses,
é ser mais feliz,
mais humana,
e mais Rô,
é me deliciar com suas palavras,
e ter vontade de voltar rapidinho,

obrigada pelos
quatro meses
do Somente amor...

beijinhos

mfc disse...

É bem verdade... a vida não para nunca... nós é que vamos partindo!

MARILENE disse...

Um dia aqui, nos encantando... outro dia lá, mas sem nos abandonar.

Bjs.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Runamigo

Para começar tenho de te dizer que sou mais prosa, como podes ver lá na minha chafarica. Mas, de versos como este teu - gosto. Simples, rectilíneo, solar. Óptimo.

Encontrei-te através de … «o meu vizinho é pior que o teu» da nossa Amiga M.

Gosto muito dela, damo-nos excelentemente, e portanto vim até aqui. E gostei, sinceramente gostei.

Se não gostasse também o dizia. Sou um «pão, pão, queijo, queijo», ou seja um desbocado militante.

Peço-te, entretanto, (não são €€€€, que estão muito caros e raros) que visites a minha Travessa que também passará a ser tua. Obrigado

Abç

rosa-branca disse...

Olá Runa, adorei este teu poema, mas quero dizer que amei o anterior. Só não gostei dos sonhos solitários, mas a alma por vezes nos vence com a solidão, ainda que acompanhados. Que essa luz ilumine sempre esse sentir, para continuares a escrever essas maravilhas. Beijos com carinho

Reinadi Sampaio disse...

"Para renascer iluminado" - Um pensamento ímpar na luminosidade da tua alma poeta.

A beleza da liberdade do nascer do sol,
só é comparável à liberdade do pensamento,
que se matem jovem, mesmo,
a cada amanhecer! Eternamente!
Um grande e iluminado abraço dessa amiga/irmã do outro lado do oceano.
Flor.

Janaina Cruz disse...

O sol, o fogo, a luz, o tempo, tudo é perfeito, tudo faz nascer em nós o encanto e a inspiração...

Sigo o blog com prazer!

Abraços

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde!Passeei pelo seus poemas e AMEI!!!!!!!!!!!!Devo confessar que eu pensei que a princípio fosse uma mulher a escrever, pois não havia visto o seu perfil.
Interessante, você escreve com a alma feminina, tal qual Chico Buarque, grande cantor e compositor da Música popular brasileira; por isso pensei que fosse uma mulher, não se ofenda.
Adorei tudo o que li.Muitíssimo bem escrito, de uma sensibilidade tremenda.
Fique com Deus e um beijo grande para você!
Que bom que encontrei talento no seu blog.

varandasazuis disse...

Olá Runa...

Sempre muito inspirado em seus escritos...adorei!

bjos...

Enviar um comentário

Obrigado pela visita. Se puderes, deixa uma mensagem.

Abraço. Volta sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...