quinta-feira, 5 de abril de 2012

Uma dor que não é minha


Acampada no meu peito
vive uma aranha triste
tecendo os fios de névoa
de uma obscura teia.
Quando escrevo
desliza pela folhas do caderno
como uma viúva errante
a envenenar-me a caligrafia
e a cercar as silabas
com a luz cega do seu luto,
entoando uma melancolia
que me ata os pulsos
à seda sombria do seu choro
e me impele a declamar
numa vertigem de carvão calcinado
os versos mutilados
de uma dor que não é minha.

______________________________________
Post views: counter

21 comentários:

Sandra Subtil disse...

Só tu para me fazeres gostar de aranhas , eu que sou aracnofóbica.
Estás cada vez melhor, Rui!
Beijinho e votos de uma boa Páscoa para ti e para os que te são queridos.

Mallika disse...

Penso que sombras da Pascoa rondam as almas poetas e sensíveis nesse momento de lembranças da dor do mestre. As teias nos envolvem.

Um abraço.

Flor de Jasmim disse...

Runa meu amigo
As nossas vidas estão envolvidas numa teia intensa tal como estas tuas palavras.

Feliz Páscoa junto daqueles que te são queridos.

Beijinho e uma flor

rosa-branca disse...

Encontra mas é um jeito
De a deitares à rua
Mas se tu a tens no peito
Ela só pode ser tua.

Beijos com carinho

hesseherre disse...

SENHOR RUNA (GOSTOU?)
Suas poesias são do time das que conquistam o nosso sentimento e nossa emoção.
Gostei muito e mais em te ter na vitrine do meu blogue, onde és muito queridO.

Ana Martins disse...

E acontece tantas vezes, declamarmos uma dor que não é nossa!

Páscoa Feliz e um beijinho.

Ana Martins

Marilu disse...

Querido amigo,
Páscoa…
É ser capaz de mudar,
partilhar a vida na esperança,
lutar para vencer toda sorte de sofrimento.
É ajudar mais gente a ser gente,
viver em constante libertação,
crer na vida que vence a morte.
É dizer sim ao amor e à vida
investir na fraternidade,
lutar por um mundo melhor,
vivenciar a solidariedade.
É renascimento, é recomeço,
é uma nova chance para melhorarmos as coisas que não gostamos em nós,
Para sermos mais felizes por conhecermos a nós mesmos mais um pouquinho.
É vermos que hoje… somos melhores do que fomos ontem.
Desejo a você e a todos os seus uma Feliz Páscoa, cheia de paz, amor e muita saúde!

Beijocas sabor de chocolate!!

Solange disse...

hoje eu aplaudo em pé!!

bjs.Sol

mfc disse...

Disseste-a de uma forma poética essa dor que nos fecha o peito e que mal nos deixa respirar!
Uma dor opressiva e constante...

Um abraço,

Amizade disse...

Olá Amigo

Os teus amigos do Farol desejam-te uma Santa e Feliz Páscoa com muita Saúde, Paz e Amor.

Argos, Tétis e Poseidón

Reinadi Sampaio disse...

Acho que essa dor invadiu todo o meu Ser.
Abraço.
Flor.

Gracita disse...

Olá Runa,
Você descreveu essa dor com tanto sentimento que doeu aqui. Tenha uma abençoada páscoa. Que Deus continue iluminando seus caminhos, poeta de alma iluminada.
Abraços afetuosos
Gracita

OutrosEncantos disse...

belissimo poema Runa.
vim desejar-te uma Páscoa feliz e a quem queres bem.
beijo carinhoso.

♥♥♥Ani♥♥♥ disse...

Passando para te desejar uma linda páscoa...
E que a alegria da ressurreição de Cristo esteja em seu coração hoje e sempre.

Beijos
Ani

http://cristalssp.blogspot.com

Maria disse...

Meu amigo os seus poemas são de uma sensibilidade que tocam a nossa alma. Quem tem um coração puro sofre com todas as dores, mesmo que não sejam suas.
Tenha uma Páscoa muito feliz.
Beijinhos
Maria

mundo da lua disse...

sem palavras a definição seria um meio sorriso

um pouco amargurado mais sadisfeito.

Graça Pereira disse...

Respeito o trabalho da aranha fazendo a sua teia...e, talvez nessa teia bordada de orvalho, pousaram palavras com que tu fizeste um maravilhoso poema...A dor não é tua? Então, será de todos nós!!!
Beijo e uma Páscoa feliz.
Graça

Anna Amorim disse...

Runa,

Acompanhando os fios desta tecedura: vida e poesia.

Beijos e Boa Páscoa pra ti,

Anna Amorim

Anna Amorim disse...

Runa,

Acompanhando os fios desta tecedura: vida e poesia.

Beijos e Boa Páscoa pra ti,

Anna Amorim

José María Souza Costa disse...

Adorei seu poema



CONVITE

Primeiro, eu vim ler o seu blogue.
Agora, estou lhe convidando a visitar o meu, e se possivel seguirmos juntos por eles. O meu blogue, é muito simples. Mas, é leve, dinamico e sobretudo Independente. Palpitamos sobre quase tudo. Diversificamos as idéias. Mas, o que vale mesmo, é a Amizade que fizermos.
Estarei grato, esperando VOCÊ, lá.
Abraços do
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

Hanaé Pais disse...

Hoje reli os seus poemas e cheguei aqui e fiquei feliz por saber que a dor não era sua.
Seria dor de alguém?
E pergunto "quem tem dor ao ler o que escreve?"
Ninguém, ninguém!

Enviar um comentário

Obrigado pela visita. Se puderes, deixa uma mensagem.

Abraço. Volta sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...