sexta-feira, 27 de abril de 2012

Combustão


Nas minhas mãos trémulas
teu corpo sereno aguarda
o fugaz poema
que escreverei esta noite
com as silabas quentes
de um desejo há muito anunciado.

De pequenos e roucos gemidos
será feita minha poesia
na rima cruzada dos corpos
formando uma única estrofe
sem versos,
sem qualquer palavra que possa trair
a febre mítica dos sentidos.

Esta noite trocarei as palavras
pela vogal sussurrante dos lençóis
e pelo frémito que percorre
a linha ardente dos teus lábios
e será este o poema
que a pena branca da alba
num fôlego derradeiro
irá pela manhã gravar
na incandescente memória
dos corpos em combustão.

__________________________________________________
Post views: counter

17 comentários:

mfc disse...

Um poema ardente... como ardente é o amor entre dois que se amam!

Lídia Borges disse...

Um desejo anunciado que se faz poema, pele, corpo...

Um beijo

Marilu disse...

Querido amigo, sensibilidade a flor da pele neste poema. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

Bemsei disse...

Tua poesia será feita de pedaços inteiros de amor!

O meu post de hoje Flores para Leontien -é para uma amiga americana, de 28 anos, que está muito mal com um cancro. Várias pessoas uniram-se para lhe enviar flores e um abraço.
Se quiseres participar é fácil…vai ao meu blog.

Bemsei disse...

ah...foi a amiga blueshell quem me enviou um email para participar!

Catarina

Flor de Jasmim disse...

Runa meu amigo!
Li e reli e, emocionei-me com a sensibilidade que existe em tuas palavras de um amor que, só existe quando se ama de verdade.
Bom fim de semana

Beijinho e uma flor

Patrícia Pinna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patrícia Pinna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Runa. Vim convidar você para participar do aniversário do "REDESCOBRINDO A ALMA",que é hoje, dia 28 de Abril.
Espero contar com a sua presença para animar a festa!
Um beijo na alma, e fique na paz!

Patrícia Pinna disse...

Esqueci de dizer que ele faz 01 ano de vida, e quem quiser participar, será bem recebido.

http://redescobrindoaalma.blogspot.com
Beijos!

Reinadi Sampaio disse...

"sem qualquer palavra"... Apenas sentindo o crepitar dos corpos incendiados na lareira da paixão...


Te abraço.
Flor.

Fillipa disse...

Muito bom o blog :}
Estou seguindo, se puder passa no meu blog para conhecer..
http://palavrasaoventoo.blogspot.com.br/
Bom feriado. Um beijo!

rosa-branca disse...

Olá amigo, um poema de amor lindo, doce e ardente como só quem ama o sente. Adorei. Beijos com carinho

BlueShell disse...

Meu querido, este poema tem tudo: tem alma,tem essência...
Ontem não consegui fazer uma coisa "decente"...houve um "vazio em mim"!

Mas que inveja...
"Esta noite trocarei as palavras
pela vogal sussurrante dos lençóis
e pelo frémito que percorre
a linha ardente dos teus lábios"...
Lindíssimo...sublimado o amor...aqui, sem duvida!

Solange disse...

quando há amor...tudo ao redor se silencia..

bjs.Sol

Mallika disse...

Tolos amantes em fogo ardente
Não sabem que hoje essa chama tão quente
Não queimará seus corpos
Brevemente.

Assim parece escreve a tinta da vida.
Aproveite amigo poeta sua luxuria
Pois, saiba que no dia de sua finda
Ela te abandona e tua pele fica fria.

Anna Amorim disse...

Runa,

"Esta noite trocarei as palavras
pela vogal sussurrante dos lençóis"

Palavras que agigantam a grandeza extrema do desejo.

Parabéns.

Anna Amorim

Enviar um comentário

Obrigado pela visita. Se puderes, deixa uma mensagem.

Abraço. Volta sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...