sexta-feira, 30 de março de 2012

Abraça-me, mãe


Abraça-me, mãe
que acabei de chegar
do outro lado do túnel escuro
e não consigo ainda abrir os olhos
para desvendar a luz que me estendes.
Perdi as asas que tinha dentro de ti
quando de súbito se rasgou
aquele cordão que nos unia,
e tenho medo agora.

Ensina-me, mãe
a descobrir os caminhos por percorrer,
traça no chão de poeira
as fogueiras que sinalizam o horizonte,
tece o fio que irá guiar
a memória frágil dos meus passos
e o mistério das travessias por desvendar.
Sou ainda uma sombra clandestina
à procura de um novo lar.

Mostra-me, mãe
as cores novas deste sonho
que iremos sonhar acordados,
canta-me as doces melodias
que nunca ninguém cantou,
conta-me os segredos que não conheço
e as histórias que não vivi ainda,
afaga-me suavemente
com o tato perfumado dos teus dedos.
Tudo para mim
é um universo em expansão.

Embala, mãe
no teu colo de linho brando
este meu coração de papel
que bate impaciente
açoitado pelos ventos da madrugada,
sacia com o açúcar dos teus seios
esta sede que trago comigo,
este desejo de infinito,
esta sedução fugaz que me anestesia.
Dá-me uma razão para desafiar o futuro.

Protege-me, mãe
das grandes rodas do destino
que começaram já a girar
no roxo débil da minha carne,
acende com a luz do teu sorriso
os espelhos de prata do meu futuro.
Sou o barro que moldaste
na paciência demorada do teu ventre
para que a alquimia do sonho
se tornasse realidade.

Chego-me a ti, mãe
e lentamente me enrosco
no refugio quente dos teus braços
para que laves este corpo
ainda despido de tudo
com a água benta que transborda
do teu choro de felicidade.
Faltam-me as palavras ainda
para dizer quanto te amo.
Abraça-me, mãe.
_____________________________________________
Post views: counter

33 comentários:

Hanaé Pais disse...

Inefável, inebriante...
Do mais lindo que tenho lido nos ultimos tempos.
Que maravilhosa mãe, que tem um filho assim...
E seguramente vai protege-lo esteja a onde estiver.
Siga assim, que eu sigo-o!

Rô... disse...

oi Runa querido,

que sublime,
mãe é única...
é um ser doce,
carregado de amor,
que bom ter filhos que reconhecem
esse amor e transbordam
os sentimentos...

muito lindo,
beijinhos

Marly Bastos disse...

Runa,
Creio que é o momento mais sublime esse do nascimento e você descreve com exatidão a importância que a mãe tem nesse processo de vida, de descobertas,de começo... E incrível que você colocou o verbo sonhar no plural, pois assim somos nós mães, quando seu rebento nasce, passamos a sonhar o sonho deles e a viver para que eles vivam.
Lindo sempre te ler!
Beijokas doces

BlueShell disse...

Homem...o mais belo, mais terno e mais triste (sem deixar de ser belo) poema que li nos últimos tempos...
Te agradeço as lágrimas que permitiste meus olhos verter. Porque precisava dessas lágrimas para minha angústia aliviar!

Mas...queria saber de ti...de como estás...
sabes que um dia publicaste algo que me assustou muito e nunca soube, depois, se estavas bem, realmente bem de saúde, entendes-me?

Deixo um beijo

ainda molhado das lágrimas que purificaram minha alma.
BS

BlueShell disse...

Te agradeço por me teres tranquilizado relativamente a "esse" aspeto. Como sabes também meu marido "teve" esse infortúnio. Para já dizem qe está "curado" se bem que "nós " sabemos que mais dia,menos dia...entendes-me, não é?
Bom, mas pelo menos tu estás bem...era isso que há meses me apoquentava.
Um beijo grrrrrraaaannnnde!
BShell

Cris Campos disse...

Lindo isso! Me deu muita, muita saudade de minha mãe.. Parabéns! Gr. Bj.

mfc disse...

Um poema que todo ele é um laudo de ternura a um ser único.
Ainda tenho a minha com 88 anos e com uma saúde e uma cabecinha de fazer inveja a muitos!

Um abraço.

Sandra Subtil disse...

Querido Rui
que poema lindo, lindo, lindo!
Fartei-me de chorar ao lê-lo. Ser mãe e ter repetido a experiência há tão pouco tempo deixa-me ainda mais sensível a esta relação entre filhos e progenitora que tu tão bem descreves aqui.
É um poema belo, sofrido, triste q.b.
O melhor que já li de ti, meu amigo desaparecido. Só desculpo a tua ausência porque depois me ofereces coisas lindas como este poema.
( Mandei-te um mail e nem me respondeste, ou está desactivado o que tens no perfil?)
Espero que estejas bem. Beijo grande

Thaís Livramento disse...

Obrigada pela visita e por seguir "Sinais de Mim"!
Seguindo de volta.
Beijocas!!!

http://www.sinaisdemimtl.blogspot.com.br/

Reinadi Sampaio disse...

Sinto amor em todos os teus versos,
numa simbiose perfeita!

Abraço.
Flor.

manuel marques disse...

E tu, sozinho e pensativo na tua dor, procurarás a tua mãe, e nestes braços esconderás o teu rosto; no seio que nunca muda terás repouso."


Abraço.

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Hoje venho para te agradecer por estares a seguir o Começar de Novo. Espero que tenhas gostado e que voltes sempre. Um belo poema à mãe, onde me revi, não só porque sou mãe e avó, mas também, porque felizmente ainda tenho a minha cá entre nós. Até breve e um bom fim de semana. Voltarei com mais tempo. Um beijinho
Emília

J Araújo disse...

De todos os abraços o de mãe é um dos mais importantes.

Abraço,

Richard disse...

Quando Eu era pequeno, queria saber quem havia inventado o abraço - o abraço pensado como demonstração de afeto -, porque é bonito abraçar alguém, envolve-lo perto de si, como para não deixar fugir, como para proteger.

E embora até hoje não saiba quem o inventou, sei que ele vale mais que palavras, porque é verdade, palavras não dizem tudo.

Um bom domingo, Runa.

Maria disse...

Meu amigo os seus poemas são sempre intensos, plenos de sentimento, simplesmente maravilhosos. Um abraço de mãe aquece o nosso coração e ajuda a aliviar qualquer dor, fisica ou de alma.
Bom domingo e uma excelente semana.
Beijinhos
Maria

Flor de Jasmim disse...

Runa meu amigo
Um poema belissimo e triste que me comoveu bastante. Senti muito as tuas palavras.
Minha mãe tem 85 anos com muita saúde, um dia um irmão meu colocou-a num lar, eu retirei-a de lá não aceito que se passe uma certidão de óbitos antecipada a alguém que não está dependente de ninguém. No entanto eu sou uma filha que com apenas 8 aninhos fui abandonada pela minha mãe, penso que muitos anos após aprendi a amá-la.

Beijinho e uma flor

Sonhadora disse...

meu amigo

Um poema INTENSO e IMENSO, escrito com os dedos da alma.

Um beijinho
Sonhadora

Vera Lúcia disse...

Olá Runa,

Belíssimo poema! Tocante e emocionante.

Desejo-lhe uma ótima semana.

Bj.

Fernanda disse...

Abraço...

Trago um trago doce de amendoas em flor e votos de Páscoa muito Feliz.

Beijo

Vivian disse...

Olá,Runa!

Versos intensos!!!Belíssimos!!!
Toca fundo na alma!
Beijos!

Maria Emilia Moreira disse...

Olá Runa!
Nem sabe como me emocionei ao ler o seu magnífico poema. Grande sensibilidade e uma imensa ternura.
Um abraço amigo.
Maria Emília

Orvalho do céu disse...

OLÁ,querida Runa
Estive ausente pela Quaresma...

Páscoa é:

"Coragem é a resistência ao medo,
domínio do medo,
e não a ausência do medo."
(Mark Twain )

SAIR DO PRÓPRIO TÚMULO

Jesus libertou-me... enviou-me anjos para me soltar das amarras que me prendiam...

Apóstolo Pedro: “precisamos dar razões que justifiquem a nossa Esperança” (1Ps 3,15).

FELIZ PÁSCOA PARA TODOS NÓS!!!
Abraços fraternos de paz

MARILENE disse...

Encantador! Colocou nos versos a sensibilidade dos pedidos que, certamente, faríamos, ao ver, pela primeira vez, a luz do mundo.

Bjs.

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Runa. Lindo poema e totalmente emocionane. Você versou com tanta sensibilidade, que dava até para voltar ao ventre materno!
Mãe e filho, uma relação para sempre de amor, com exceções, infelizmente.
Um beijo na sua alma, e fique na paz!

Ana Martins disse...

Runa, boa noite!
Simplesmente maravilhoso, adorei!
Escrevi um em Março de 2009 com o titulo "AMA-ME MÃE!" e que está publicado no meu livro Ave Sem Asas. Se tiver curiosidade, pode lê-lo AQUI

Beijinho com votos de uma Santa e Feliz Páscoa.
Ana Martins

♫*Isa Mar disse...

Oi Runa, belo e emocionante poema, mães fazem muita falta para os que não têm.
Vim lhe desejar uma ótima semana e feliz Páscoa, abraços!

Gracita disse...

Oi Runa
Vim agradecer a sua carinhosa visita no meu outro cantinho o "Aprender sorrindo".
Esse foi o poema mais emocionante que li nos últimos tempos. você versejou com maestria o sentimento que une mãe e filho... Um momento único cheio de ternura e encantamento. Você meu amigo tem um coração puro capaz de se entregar com a alma para esculpir com palavras esta maravilha de poema. Me deu saudades... Como gostaria de ter neste momento o abraço aconchegante da minha mãe. Mas sei que está cuidando e velando por mim.
Parabéns meu amigo! Um lindíssimo poema ... emoção contagiante. Levou-me às lágrimas.
Uma páscoa abençoada para você.
Beijos no coração
Gracita

Socorro Melo disse...

Perfeito, Runa! És um grande poeta.

Que entrega maravilhosa, nas mãos daquela que gera à vida. Sim, é assim mesmo que chegamos, e assim nos portamos, diante de quem nos molda e nos protege, e faz-se sobrenatural em nossas vidas... E esse abraço é singular...

Feliz Semana Santa!

Socorro Melo

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá.

Fico sem palavras
diante do belo,
quando as palavras
vindas de outra vidas,
parecem amigas de longa data,
querendo habitar os meus sentidos.

Que haja sempre perfume
de sonhos em tua vida.

Reinadi Sampaio disse...

Runa,
Que os Dias Santos, sejam de PAZ para ti e toda tua Família.
Abraço;
Flor.

BlueShell disse...

Não sei qual a tua Fé...mas ainda assim desejo uma Pascoa Muito FELIZ!
TE ABRAÇO

rosa-branca disse...

Olá Runa, nunca consegui ter esse abraço e ainda hoje me dói tanto. Durante anos e anos não me deixaram vê-la e quando achava que a podia ver fui proibida de o fazer. Boa Páscoa meu amigo e beijos com muito carinho

Elis disse...

De tudo o que já vi e já li aqui neste teu canto de pura criatividade, nada tão profundo e tão tocante como o que acabo de ler. Parece mesmo uma oração, vinda do fundo de uma alma suplicante... Caso você concorde, gostaria de publicá-la (com os devidos créditos) no meu blog, por ocasião do Dia das Mães...
Abraços sempre.

Enviar um comentário

Obrigado pela visita. Se puderes, deixa uma mensagem.

Abraço. Volta sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...