sábado, 12 de março de 2011

Espelhos


É inútil tentar corromper os espelhos
ou pedir-lhes que adulterem a realidade.

Eles nunca serão capazes de mentir.

Apenas devolvem o que não lhes pertence:
as emoções que o tempo cristalizou,
a luz ancorada nas rugas do sonho,
e a cegueira embaciada do presente.

Nada recordam do passado.

Nada sabem de futuro algum.


________________________________________________________
Post views: counter

12 comentários:

piedadevieira disse...

O espelho não mente jamais, tem razao, poeta.
Maravilhosos versos:"nada recordam do passado. Nada sabem de futuro algum."
V
Beijos

Mara disse...

Olá Runa, boa noite1
Sábias palavras!
Deixo pra ti:

O espelho e os sonhos são coisas semelhantes, é como a imagem do homem diante de si próprio.

José Saramago
Junto fica o meu carinho e o desejo de um ótimo final d esemana.
Beijo,
Mara

flor de jasmim disse...

Olá Runa
o espelho não mente. Lindo teu poema, muito verdadeiro.

Hoje olhei no espelho
e não gostei do que vi
quase não conhecia
o rosto daquela
que teve um nome um dia.

Beijinho
Adélia

Alicia disse...

sao puro presente.

Cristal disse...

Lindo teu poema...

Lindo, verdadeiro e nos faz pensar no que estamos nos tornando... Talvez simples reflexos do que somos... Não sei ao certo... Mas com certeza me fez pensar...


Beijos


Ani

CASSIA disse...

Bom dia Runa, nínguém foge ao tempo passado, nem ao tempo presente, a vida é nosso espelho, são nossas rugas e lembranças, e futuro, nem sempre chegamos a nova esperança. Nada sabemos, nada. Beijos no coração Poeta, desejando um belo Domingo pra ti.

R.B.Côvo disse...

Desde criança me encantam os espelhos, mas sim, eles nunca me mostraram mais do que o que os meus olhos poderiam ver. Abraço.

Alegre Amanhecer disse...

'Eles nunca serão capazes de mentir'.

Não temo ou apavora-me o que o espelho diz, quando me posto diante dele e observo minha imagem refletida... Temo, sim, quando volto para dentro de mim mesma, olhos nos olhos da minha alma.. às vezes deparo-me alma triste... isso sim me apavora. Quero ser riso, sol, luz, energia viva - vibrante!

Sempre belo os teus versos Runa,
'ver-te' meu amigo poeta, nas palavras, é sempre 'olhá-las' para reflexões.

Te abraço fraternalmente.
Flor.

Sandra disse...

Eles não mentem de facto..devolvem o que demos à vida...

Multiolhares disse...

assim é, por vezes me pergunto se nós também somos reais se não seremos uma projecção do universo, recordamos o passado mas pouco aprendemos com ele,o o esquecemos e repetimos os erros ou ficamos agarrados sem progredir quanto ao futuro também não o conhecemos
bjs

mizia disse...

Runa,
Poema lindíssimo ! ... muito verdadeiro.
" O espelho não mente..."
Gostei !

Beijo :)

Isa disse...

muito bom mesmo
senti-me em frente ao espelho!

beijinho.
Isa

Enviar um comentário

Obrigado pela visita. Se puderes, deixa uma mensagem.

Abraço. Volta sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...