sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Visão cósmica de um coração enferrujado


Essa luz que do teu rosto irradia
é o reflexo de um céu que se contraiu
ou o embrião de uma nova estrela?
Poderá ela alimentar a chama que definha?

Que fluxo é este que o sangue bombeia
e faz vibrar o pêndulo do coração
restituindo-lhe a claridade perdida?

Atraído pela magia desse sorriso
devolvo ao olhar o azul do firmamento
e de novo refaço a dança dos astros.

O fogo não cessou por completo.
Nada está definitivamente encerrado.
Alguma coisa palpita ainda
neste pequeno cosmos enferrujado.

É possível, então, voltar a sonhar?

_________________________________________
Post views: counter

8 comentários:

Marilu disse...

Um momento doce e cheio de significado para as nossas vidas. É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca. É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações. É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui. Noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia.
Desejo a você e a todos aqueles a quem mais ama um Feliz e abençoado Natal. Beijokas

Passarinho de Primavera disse...

Intimamente rio, pois, e o que fica desse amor é um inconformismo que, ironicamente, é o motor que nos faz lutar para que ele evolua no tempo. No nosso tempo!

Rô... disse...

oi Runa,

sempre é possível,
tenho um lema de vida:
desistir dos meus sonhos?
jamais...

beijinhos

Maria Rodrigues disse...

É sempre possivel voltar a sonhar. Belissimo poema.
Hoje venho especialmente para desejar a si e a todos os seus familiares e amigos, um Natal muito Feliz e que o Novo Ano seja repleto de alegria, saúde, paz e amor.
Beijinhos
Maria

Passarinho de Primavera disse...

Runa,
Feliz Noite!
Que Deus abençoe a casa dos Silva!
Passarinho de Primavera.

Passarinho de Primavera disse...

Coração enferrujado,
Meu amor por ti...
É o ferro da sedução, que corrói em desalinho...
É o fio da caricia tênue, do ouro indestrutível...
E sinto a imensidão dos sentimentos que nos une.
Será que somos loucos?
Que galáxia teria a capacidade de nos abraçar?

Feliz Ano Novo!

António Jesus Batalha disse...

É para mim uma honra acessar ao seu blog e poder ver e ler o que está a escrever é um blog simpático e aqui aprendemos, feito com carinhos e muito interesse em divulgar as suas ideias, é um blog que nos convida a ficar mais um pouco e que dá gosto vir aqui mais vezes.
Posso afirmar que gostei do que vi e li,decerto não deixarei de visitá-lo mais vezes.
Sou António Batalha.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se ainda não segue pode fazê-lo agora, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
Que a Paz de Jesus esteja no seu coração e no seu lar.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

António Jesus Batalha disse...

Runa visitei também o outro seu blog gosto de sua poesia, eu também escrevo uma coisas, mas não sou grande artista. Fico alegre porque assim é mais um bom blog de poesia.
Desejo tudo de bom.
Peregrino E Servo.

Enviar um comentário

Obrigado pela visita. Se puderes, deixa uma mensagem.

Abraço. Volta sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...