quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Jogo de espelhos


Esboço um bater enferrujado de asas
incapaz de retomar o rumo do voo
interrompido pela chegada do temporal
e todos os dias me deixo retalhar
pelo frio que desce com a noite
envolto numa adaga silenciosa

Há um poço seco e profundo
onde outrora havia uma árvore.
Um aviso para os que ainda sonham
agarrados a uma visão antiga.
Um mal que a paisagem regurgita
e se estende para lá do fim das ruas

Uma voz sai de dentro dessa fenda
como um animal exposto ao frio,
um lamento que o vento desfralda
onde o inverno moldou o barro
que coalha agora a sombra dos becos
que galgam os patamares das casas

Arrastando as asas no alcatrão
busco um mapa que me revele o caminho
ou um sentido que me oriente para a claridade
até que o encantamento termine
e eu deixe de ser apenas um reflexo
devolvido pela ânsia cega dos espelhos

___________________________________
Post views: counter

10 comentários:

Janice Adja disse...

Palmas!!
Muitas palmas!!

Rô... disse...

oi Runa,

que beleza,
acho mesmo que as melhores respostas e os caminhos mais acertados,
achamos dentro de nós mesmos...

beijinhos

mundo da lua disse...

intenso...causa até certo medo.

Malu Silva disse...

E este mapa há de revelar os mais belos caminhos, as mais coloridas estradas.

Quero aproveitar para lhe fazer um convite.
Gostaria que me enviasse um poema seu e junto com ele uma imagem para ilustração, pois gostaria de postar na página que abrimos para mostrar o trabalho dos amigos.
Pode me enviar por email - maluccat@hotmail.com

O blog é http://semolharescriticos.blogspot.com

Aguardo contato!!!

Princesa disse...

Teus caminhos já são maravilhosamente claros, a tua claridade vai muito além dos reflexos dos espelhos. Beijo, beijos.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo


Os teus poemas têm vida própria cruzam-se dentro da pele...são um rio a transbordar na espuma dos dedos...um mergulho silencioso que paralisa o sangue...esculpindo as palavras que ficam nas mãos...esperando pelo tempo.

Um beijinho
Sonhadora

Ani Cristal disse...

Onde quer que nos encontremos, são os nossos amigos que constituem o nosso mundo. - William James

Por isso hoje estou aqui pra agradecer sua amizade.

Beijos
Ani

http://cristalssp.blogspot.com.br

Malu Silva disse...

Runa, acabo de postar seu poema no espaço SEM OLHARES CRÍTICOS. Espero que goste!
Um grande abraço e tudo de BOM...

Ana disse...

Olá,

Passei,li, gostei e vou ficando por aqui.

Ana

Anónimo disse...

Runa,
vive numa constante agonizante vertigem.
Basta recuar no vasto passado dos seus escritos.
Talvez necessite do aroma de uma rosa ou de voar com um vibrante perfume no ar.

Enviar um comentário

Obrigado pela visita. Se puderes, deixa uma mensagem.

Abraço. Volta sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...